ATRAVÉS DOS OLHOS DE SEU CÃO
por Sarah Probst
Information Specialist - University of Illinois College of Veterinary Medicine

Os donos que desejam entender melhor seus cães devem reconhecer que os cães vêem o mundo de uma perspectiva visual diferente. As diferenças começam com a estrutura do olho. "Nós temos uma boa idéias de como os cães enxergam porque nós conhecemos a estrutura da retina do olho do cão", diz o Dr. Ralph Hamor, um veterinário e especialista em oftalmologia na University of Illinois College of Veterinary Medicine Teaching Hospital.

A retina, que cobre o fundo da parte interior do globo ocular, contém cones e bastonetes - dois tipos de células sensíveis à luz. Os cones proporcionam a percepção da luz e visão detalhada, enquanto os bastonetes detectam os movimentos e a visão na penumbra. Os cães, que têm retinas com predominância de bastonetes, enxergam melhor no escuro que os humanos e têm uma visão orientada para o movimento. Porém, como eles têm somente um décimo da concentração de cones dos humanos, os cães não enxergam as cores como nós.

"Eu geralmente demonstro que os cães enxergam como humanos cegos para as cores", diz o Dr. Hamor. Muitas pessoas pensam que uma pessoa que é cega para o vermelho e o verde não pode enxergar nenhuma cor, mas existem variações no grau de cegueira às cores. A maioria das pessoas têm uma visão que é tricromática (três variações de cores). As pessoas cegas para o vermelho/verde são dicromáticas (duas variações de cores).

Os cães podem reconhecer duas cores - azul/violeta e amarelo - e eles podem diferenciar diversos tons de cinza. Os cães são incapazes de fazer distinção entre o verde, amarelo, laranja e vermelho. Eles também têm dificuldade em diferenciar os verdes dos cinzas.

Os cães usam outras pistas (como o cheiro, textura, brilho e posição) ao invés de contar com as cores. A visão de um cão, por exemplo, não pode distinguir se uma luz parada é verde ou vermelha; eles enxergar o brilho e a posição da luz. Isto e o fluxo e ruído do tráfego dirão ao cão que é o momento certo de atravessar a rua.

A posição dos olhos do cão determinam o tamanho do campo de visão e a percepção de profundidade. Espécies que são presas tendem a ter os olhos posicionados nos lados de sua cabeça, assim, o aumento do campo de visão permite a eles enxergar a aproximação de predadores. Espécies predadoras, como humanos e cães, têm os olhos posicionados perto um do outro. "Os olhos humanos são posicionados em linha reta, enquanto os olhos dos cães, dependendo da raça, são geralmente posicionados em um ângulo de 20 graus. Este ângulo aumenta o campo de visão e a visão periférica do cão. "

Porém, este aumento da visão periférica compromete o nível de visão binocular. Onde o campo de visão de cada olho se sobrepõem, nós temos a visão binocular, que dá a percepção de profundidade. A distância entre os olhos dos cães diminui a sobreposição e reduz a visão binocular.

A percepção de profundidade dos cães é melhor quando eles olham à frente, mas é bloqueada pelo focinho em certos ângulos. "Os predadores precisam da visão binocular como uma ferramenta de sobrevivência", diz o Dr. Hamor. A visão binocular auxilia a saltar, cobrir, capturar, e muitas outras atividades fundamentais aos predadores.

Além de ter menor visão binocular que os humanos, os cães também têm menor acuidade visual. Dizemos que humanos com visão perfeita têm uma visão 20/20 - nós podemos distinguir letras e objetos a uma distância de 20 pés. Os cães têm, tipicamente, uma visão 20/75 - eles podem estar a 20 pés de um objeto para vê-lo da mesma forma que um humano veria se estivesse a 75 pés. Certas raças têm melhor acuidade. Labradores, comumente usados como cães de vigia, enxergam melhor e podem ter uma visão de quase 20/20.

Não espere que seu cão reconheça você em um campo somente pela visão. Ele reconhecerá você melhor quando você estiver fazendo algum tipo de movimento particular a você ou pelo cheiro ou pelo ouvido. Devido ao número de bastonetes existentes na sua retina, os cães enxergam objetos em movimento muito melhor que objetos parados. A sensibilidade para o movimento tem sido observada como um aspecto crítico para a visão canina. "Muito do comportamento do cão relaciona-se com a postura e honestidade. Pequenas mudanças no seu corpo significam muito para seu cão", adiciona do Dr. Hamor. Os donos de cães precisam modificar o treinamento baseados neste fato. Se você deseja que seu cão faça uma ação baseada em um dica silenciosa, o Dr. Hamor sugere o uso de um movimento amplo para sinalizar seu cão.

Quando os cães ficam cegos, os donos freqüentemente desejam saber se a qualidade de vida do cão diminuirá a ponto dele não poder mais ser feliz. "Nós sabemos que os humanos lidam bem com a cegueira, e os humanos são muito mais dependentes de seus olhos que os cães", diz o Dr. Hamor. "Cães cegos têm uma vida feliz se eles estiverem confortáveis". O dono pode precisar fazer alguns ajustes no ambiente do animal, como cercar o quintal, caminhar com guia, e não deixar objetos não usuais nas passagens normais. "Quando cães cegos estão em seu ambiente normal, muitas pessoas não sabem que eles são cegos". Quando clientes visitam o Dr. Hamor perguntado sobre a qualidade de vida do seu cão recentemente cego, o Dr. Hamor sugere que eles esperem um mês para ver se eles e seus cães estão felizes. Na maioria dos casos, os donos nunca voltam.

Tradução: Teresa Machado Rodrigues
Source: Pet Column for the week of June 15, 1998

CEPS/Veterinary Extension
2938 Vet. Med. Basic Sciences Bldg.
2001 S. Lincoln Ave.
Urbana, Illinois 61802
Phone: 217/333-2907

Revised July 10, 2001 by Matt Drake

Leia também: Visão Canina