VISÃO CANINA
Através dos olhos de seu cão
Entender o que seu cão "vê" pode significar a diferença entre um percurso limpo e a derrubada de uma barra ou saltar sobre uma zona de contato. Se você deseja ententer melhor a visão canina, primeiro você precisa reconhecer que os cães enxergam como um humano cego para as cores.

Os cães são cegos para o vermelho e o verde. Eles enxergam um mundo mais brilhante e menos detalhado quando comparados com os humanos. A visão periférica é melhor que a dos humanos (cães vêem mais do mundo), mas a distância não é avaliada tão bem. Os cães excedem na visão noturna e na detecção de objetos em movimento.

Essas diferenças na capacidade visual fazem sentido à luz da teoria da evolução. Uma boa percepção de profundidade e acuidade visual são necessárias para os primatas (dos quais os humanos evoluiram) saltarem pelos galhos das árvores. Uma boa visão de cores permite aos primatas escolherem as frutas mais maduras e nutritivas. Os canídeos, por outro lado, são bem adaptados como caçadores noturnos de presas camufladas.


Particularidades

1. Cores

Os cães enxergam, de certa forma, como um humano daltônico, isto é, eles são cegos para cores vermelho e verde (ocorre em 4% dos homens). Simplificando, isso ocorre devido ao fato deles terem somente dois tipos de cones ao invés de três (as células sensíveis à luz incluem os cones e bastonetes).

2. Detalhamento ou Acuidade

Uma vez que os cães não possuem fúlvea (ou área com 100% de cones), sua visão para detalhes é estimada (grosseiramente) como seis vezes menor que a de um humano médio.

3. Visão Noturna

Os cães têm uma visão noturna muito melhor por duas razões:

§ Eles têm mais bastonetes (que permitem a visão noturna)

§ Eles têm uma estrutura chamada Tapetum Lucidum, que é uma superfície reflexiva atrás da retina (área que inclui as células sensíveis à luz) que reflete a luz atrás dela (dá o estranho brilho à noite).

4. Sensibilidade ao Movimento

Os cães são mais capazes de detectar movimentos.

5. Profundidade & Campo

A figura mostra o campo de visão de um homem e de um cão. Devido à posição dos olhos, humanos têm uma sobreposição do campo de visão de cada olho num ângulo de 140 graus; nos cães essa sobreposição gira em torno de 100 graus.

Como resultado, o cão tem uma capacidade limitada de acomodação (foco em elementos a distâncias diferentes), mas uma largura geral de campo que permite a eles ver mais do mundo.

Tradução: Teresa Machado Rodrigues
Created 10/17/98. Text and images copyright © 1998 by Mark Plonsky, Ph.D.
http://www.uwsp.edu/psych/dog/DVision.htm


Leia também: ATRAVÉS DOS OLHOS DE SEU CÃO por Sarah Probst